Presidente do CRECI-SP visita Fernandópolis e pede rigor no cumprimento do código de ética

O presidente do CRECI-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo), Dr. José Augusto Viana Neto, palestrou aos corretores de imóveis de Fernandópolis na tarde de quarta-feira (31), no auditório da Associação Comercial e Industrial de Fernandópolis. O principal ponto destacado foi à questão da ética no exercício da profissão.

“O nosso objetivo é fazer com que o corretor cumpra com a sua obrigação com dedicação, zelo, ética e honestidade. Infelizmente há pessoas que não tem essa visão e querem apenas ganhar dinheiro, que é consequência de um bem que você tenha produzido por alguém. Tem que haver um trabalho técnico e profissional para justificar aquilo que ganha”, diz Neto.

Com quase 110 mil corretores ativos no Estado, o CRECI recebe diariamente denúncias feitas através do seu site. Quando procedentes, o Conselho verifica, faz um auto de constatação e toma as providencias que as leis nos impõem.

Em sua palestra, Neto reforçou que as mudanças que o Brasil necessita só terão êxitos se começar com pequenos atos e os corretores de imóveis podem contribuir. Assuntos como crime de lavagem de dinheiro, concorrência desleal foram temas abordados durante o encontro com os profissionais de Fernandópolis.

“Não adianta falar em ética e mudar o Brasil, se têm muitas pessoas boas comprando CD pirata, ultrapassando pelo acostamento, dando propina para que um zelador possa lhe indicar um imóvel, que é uma atitude negativa para a nossa atividade. Então a nossa visão é fazer com que o Brasil fique um país melhor para se viver. Mas se não mudarmos os nossos hábitos e costumes, dificilmente a gente vai conseguir chegar lá”, reforçou.

Por fim, ele também minimizou a crise financeira e política que passa o Brasil e que apesar da “diminuição na frequência dos negócios imobiliários”, os bons corretores ainda tem muito campo de trabalho a ser explorado.

De acordo com presidente da ACIF, Mateus Morales a “palestra foi muito importante, pois incentiva o corretor a gerar ainda mais negócios, de forma correta e justa”.

Estiveram presentes empresários, proprietários de imobiliárias, corretores, representantes do SEBRAE, vereadores e a delegada do CRECI Neideli de Fátima Bordin.